Archive for Agosto, 2010

Heathcliff – O Morro dos Ventos Uivantes

31/08/2010

Se olho para essas lajes, vejo nelas gravadas as suas feições.! Em cada nuvem, em cada arvore, na escuridão da noite, refletida de dia em cada objeto, por toda a parte eu vejo a tuda imagem.! Nos rostos mais vulgares dos homens e mulheres, até as minhas feições me enganam com a semelhança. O mundo inteiro é uma terrível testemunha de que um dia ela realmente existiu, e eu a perdi para sempre..

Anúncios

Tavares – O Outro Lado da Porta

30/08/2010

Hoje em dia se tu não falar de política, maconha ou putaria tu é emo. Acho que não tem graça, não tenho vontade de falar sobre uma possível plantação de maconha, sobre subir num morro pra pegar pó. Eu não quero falar do trenzinho que vai uma mina no meio e um cara na frente, eu não quero saber da mina rebolando até o chão e eu acho que não adianta nada ficar falando da direita quando a esquerda vai cagar tudo também. Acho que tem que falar de amor sem ter vergonha mesmo, porque eu acho que o que a gente fala acaba sendo mais positivo pras pessoas do que tu incentivar certas coisas que todo mundo deveria decidir sozinho. Eu acho que falar de amor não faz mal pra ninguém, a gente não tá sendo ruim com ninguém.

segunda feira;

25/08/2010

A tua diversão
É escrever pra dizer que acabou de chegar
Que passou por aqui e nao quis me chamar
Eu bebi saudade a semana inteira
Pra domingo você me dizer que não sabe o que quer e não quer mais saber

Quando eu te peço um pouco é porque eu quero tudo que pode me dar
Quando eu te peço pra esquecer é porque eu quero te fazer lembrar de tudo que passou
Quando eu te digo que eu não penso é porque eu não paro de pensar
Quando eu tento me esconder é porque eu só quero te mostrar o que eu ainda sou

Deixei um monte de bilhetes na tua casa
O acaso me deixou tão só talvez eu ache algo mais forte que faça eu me sentir melhor
Depois do que eu já andei
Depois do que eu tenho que andar
Quem sabe outro dia eu te encontre em outro lugar

25/08/2010

você está sozinho. você e a torcida do Flamengo. em frente a tevê, devora dois pacotes de doritos enquanto espera o telefone tocar. bem que podia ser hoje, bem que podia ser agora, um amor novinho em folha.
trimmm! é sua mãe, quem mais poderia ser? amor nenhum faz chamadas por telepatia. amor não atende com hora marcada. ele pode chegar antes do esperado e encontrar você numa fase galinha, sem disposição para relacionamentos sérios. ele passa batido e você nem aí. ou pode chegar tarde demais e encontrar você desiludido da vida, desconfiado, cheio de olheiras. o amor dá meia-volta, volver. por que o amor nunca chega na hora certa?
agora, por exemplo, que você está de banho tomado e camisa jeans. agora que você está empregado, lavou o carro e está com grana para um cinema. agora que você pintou o apartamento, ganhou um porta-retrato e começou a gostar de jazz. agora que você está com o coração às moscas e morrendo de frio.
o amor aparece quando menos se espera e de onde menos se imagina. você passa uma festa inteira hipnotizado por alguém que nem lhe enxerga, e mal repara em outro alguém que só tem olhos pra você. ou então fica arrasado porque não foi pra praia no final de semana. toda a sua turma está lá, azarando-se uns aos outros. sentindo-se um ET perdido na cidade grande, você busca refúgio numa locadora de vídeo, sem prever que ali mesmo, na locadora, irá encontrar a pessoa que dará sentido a sua vida. o amor é que nem tesourinha de unhas, nunca está onde a gente pensa.
o jeito é direcionar o radar para norte, sul, leste e oeste. seu amor pode estar no corredor de um supermercado, pode estar impaciente na fila de um banco, pode estar pechinchando numa livraria, pode estar cantarolando sozinho dentro de um carro. pode estar aqui mesmo, no computador, dando o maior mole. o amor está em todos os lugares, você que não procura direito.
a primeira lição está dada: o amor é onipresente. agora a segunda: mas é imprevisível. jamais espere ouvir “eu te amo” num jantar à luz de velas, no dia dos namorados. ou receber flores logo após a primeira transa. o amor odeia clichês. você vai ouvir “eu te amo” numa terça-feira, às quatro da tarde, depois de uma discussão, e as flores vão chegar no dia que você tirar carteira de motorista, depois de aprovado no teste de baliza. idealizar é sofrer. amar é surpreender.

24/08/2010

Por que eu não sou capaz de começar do começo?
Você nunca faz o que deveria , e isso é tudo que você é. Por isso agora minha vida está exposta, eu preciso entender, eu preciso entender. A ansiedade só cresce, e é isso que me assusta, eu queria estar com qualquer pessoa, mas você é o único que meu coração me permite estar. Não importa o que eu faço, não importa onde estou , não importa com quem estou, meu coração só quer estar com você!
E eu não sei o que fazer, eu quero me libertar, eu queria controlar meu coração e nao acabar com você. Mas você é o único, você é o único, você é o único que meu coração me permite estar com…

Beeshop Johannes :

24/08/2010

* Que ar é esse que eu respiro, que não é teu também?

* Que roupa é essa, que não fui eu quem escolheu?

* Que silêncio é esse, que não é cessado pela tua voz?

* Que espaço é esse na minha cama, junto com aqueles cobertores emaranhados?

* Que sorriso é esse, que, no momento, só posso ver através dessa foto?

* Quem sou eu, se não estou com você?

* Diacho.

Esteban Tavares :

24/08/2010

“Não precisa mais gostar de mim / Só não quero que me de motivo pra gostar de você / Talvez eu seja mesmo assim / Eu quero tudo que não tenho e fico sempre esperando o que eu não vou ter.

Quem sabe eu inventei você / Do jeito que eu achei melhor /Mas esqueci que era vida real / Não tinha crédito final”

23/08/2010

saber o quê? se ainda amo você? totalmente! não há uma só dúvida em minha mente. com toda a minha raiva, meu ego, eu sempre fui fiel ao meu amor por você e se eu fiz com que duvidasse… foi O grande erro, de uma vida cheia de erros. a verdade não liberta a gente. eu posso dizer que eu amo você quantas vezes você aguentar ouvir, e tudo que isso fará será nos lembrar que o amor não basta, não chega nem perto.

22/08/2010

“O que eu aprendi com o amor? Palavrões novos.”

Lucas Silveira

22/08/2010

E eu sei que um dia você vai ver que eu não posso viver sem você
E eu sei que o que eu digo é verdade, porque eu estou tão preso em você
(…)
Eu estou apaixonado por você. ♫


%d bloggers like this: